ONDE TEM SAÚDE, TEM 3ALBE.
TEL: +55 11 5519-4022 | FAX: +55 11 5511-5120 |
Você está em

Blog

Saneantes não regulamentados: conheça a perigosa realidade das fórmulas ilegais

Saneantes não regulamentados
Tempo de Leitura: 4 Minutos

Você sabe o que são os saneantes não regulamentados pela legislação (ANVISA) e quais problemas eles podem causar para a saúde daqueles que entram em contato com eles? A intoxicação por saneantes não qualificados é extremamente perigosa, podendo até mesmo ser letal, por isso, é importante disseminar informações sobre esse tema a fim de educar os consumidores e, também, reivindicar medidas vigorosas de fiscalização e controle da Vigilância Sanitária. Continue lendo e saiba mais:

O que são saneantes?

Chamamos de saneantes as substâncias que são utilizadas para realizar a higienização e desinfecção de ambientes e superfícies. Podendo ser desinfetantes e detergentes, os saneantes, por serem utilizados amplamente por humanos, devem ter uma fórmula não agressiva e que não apresente efeitos mutagênicos (que induz mutações genéticas), teratogênicos, (que possa produzir dano ao embrião ou feto durante a gravidez), ou carcinogênicos (que possa provocar ou estimular o aparecimento de carcinomas). Além disso, os saneantes podem ter diferentes finalidades de uso, incluindo:

  • Limpeza: para remover sujidades do ambiente, objetos e superfícies;
  • Desinfecção/Antimicrobiano: para eliminar, para destruir ou inibir o crescimento de microrganismos em ambientes, objetos e superfícies inanimadas.

Contudo, apesar de sua extensa utilidade, os saneantes podem oferecer risco para a saúde humana caso sejam formulados com substância tóxicas e em alta concentração. Além disso, caso sejam utilizados incorretamente, ou seja, com finalidade diferente daquela à qual eles são destinados, com grande frequência e duração de exposição e condições e modo de uso impróprio, também podem ser prejudiciais para a saúde humana.

Nesse contexto, é preciso lembrar especialmente dos perigos aos quais os profissionais da saúde que atuam em hospitais e clínicas estão expostos, afinal, devido aos altos padrões de limpeza do ambiente hospitalar, a desinfecção e limpeza de superfícies, materiais e equipamentos deve ser feita frequentemente, e esses profissionais estão constantemente em contato com saneantes e, portanto, vulneráveis às suas fórmulas caso estas tenham alta toxicidade.

Em vista disso, a fiscalização dos saneantes e a garantia de fórmulas seguras é essencial para que seja possível assegurar a segurança de profissionais da saúde e de qualquer outra pessoa que utilize essas substâncias.

Quem fiscaliza a eficácia e segurança dos saneantes?

Assim como todos os outros produtos e insumos produzidos, distribuídos e comercializados no Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) é quem realiza a vigilância e regulamentação em relação ao uso de saneantes. Esse órgão, extremamente importante, tem como objetivo principal e responsabilidade promover e proteger a saúde, garantindo a segurança da população. Além disso, a vigilância sanitária também faz parte da atuação do Sistema Único de Saúde (SUS), visando eliminar e prevenir riscos para saúde por meio da intervenção em problemas sanitários que podem ser de diversas naturezas, incluindo bens de consumo, que direta ou indiretamente, se relacionem com a saúde. Portanto, a fiscalização existe, mas, apesar disso, ainda existem saneantes não regulamentados com alto grau de toxidade, circulando no país.

Esses saneantes não regulamentados são as substâncias que são comercializadas ilegalmente, sem avaliação, permissão e registro do Ministério da Saúde. Essas substâncias não possuem qualquer garantia de sua efetividade ou segurança para aqueles que as manuseiam e sua circulação coloca em risco a saúde da população, pois suas fórmulas não são devidamente estudadas e desenvolvidas, o que significa que elas podem conter ingredientes perigosos em quantidades inadequadas, deixando a população vulnerável à intoxicação e causando um grande problema de saúde pública.

Essa intoxicação, que pode ser definida como um conjunto de sintomas causados por um agente químico, representa um grave risco para a saúde humana e pode causar manifestações clínicas graves, que exigem tratamentos de alta complexidade que aumentam os custos do sistema de saúde. Quanto ao conjunto de sintomas, é importante lembrar que eles podem variar de acordo com o tipo de saneante e sua concentração, mas os sinais mais comuns de intoxicação podem incluir:

  • Alucinações;
  • Nistagmo;
  • Fasciculações;
  • Alterações da sensibilidade na região da face; 
  • Excitação do sistema nervoso central;
  • Convulsões generalizadas; 
  • Depressão neurológica; 
  • Distúrbios de ritmo cardíaco;
  • Pulso alternado;
  • Taquicardia ventricular;
  • Fibrilação ventricular.

Os sintomas podem ser graves e, se a intoxicação não for tratada, pode até mesmo levar à morte do indivíduo, portanto, garantir a toxicovigilância e a qualidade dos saneantes é essencial.

A importância da toxicovigilância e o uso de saneantes de qualidade

A utilização de saneantes não regulamentados apresenta um grande risco diário para a população devido a sua produção inadequada, por isso, foi criado o conceito da toxicovigilância, que é o acompanhamento de quaisquer casos clínicos causados pela exposição à agentes tóxicos prejudiciais para a saúde e que visa a criação e implementação de medidas preventivas para evitar a intoxicação, voltadas principalmente para a educação do consumidor.

Além de garantir a toxicovigilância, a comercialização de saneantes aprovados e de alta qualidade também é uma providência essencial, afinal, as fórmulas de tais substâncias devem ser cuidadosamente desenvolvidas para não causar intoxicação nos humanos e isso só é possível através de muitos estudos e testes realizados por uma equipe qualificada que deverá atestar a segurança da fórmula e de seus componentes, considerando também sua concentração e finalidade de uso. É um trabalho árduo e de diversas etapas, contudo, essencial para evitar casos de intoxicação.

E para que seja possível encontrar saneantes de alta qualidade, é preciso contar com um distribuidor sério, como a 3Albe. Em nosso catálogo você encontra os melhores saneantes do mercado para uso hospitalar, são soluções que possuem não apenas a autorização para sua utilização mas, também, laudos que comprovam sua eficácia e segurança para uso contínuo no ambiente médico-hospitalar, sendo capazes de eliminar sujidades e diversos microrganismos, além de possuir menor toxidade do que outros saneantes convencionais, o que garante mais proteção e qualidade de vida para os profissionais da saúde que estão em contato frequente com essas substâncias. Para saber mais sobre os nossos saneantes confira o catálogo virtual em nosso site ou entre em contato conosco e converse com um de nossos especialistas, temos um time à sua disposição para entender as necessidades da sua instituição e te indicar as soluções mais adequadas.


Acesse o Enfoque Saúde
Nos siga nas redes sociais FacebookLinkedIn, Instagram e YouTube!

Share with
Avenida Jacobus Baldi, 745 | Complemento 707-711 Jd. Fim de Semana – São Paulo -SP
CEP: 05847-000

Horário de Atendimento:
de segunda a quinta-feira, das 08h às 18h,
e sexta-feira, das 08 às 17h.
INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOVIDADES
SELO-BOAS-PRATICAS_3ALBE_TI_VERDE
© 2020 COMERCIAL 3ALBE LTDA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart

Nenhum produto no carrinho.