ONDE TEM SAÚDE, TEM 3ALBE.
TEL: +55 11 5519-4022 | FAX: +55 11 5511-5120 |
Você está em

Blog

Centro Cirúrgico: entenda de uma vez as complexidades desse setor

Uma das maiores dificuldades a serem superadas nesse setor é, justamente, propiciar a integração de conhecimento entre os diversos profissionais responsáveis pela manutenção desses ambientes.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email
Centro Cirúrgico

Você já pensou na multiplicidade de fatores, setores e atividades pertinentes ao Centro Cirúrgico (CC)? Esse setor, importantíssimo para os cuidados com a saúde, é extremamente complexo, e para seu pleno funcionamento, é necessário que a instituição tenha à disposição as soluções mais eficazes para tratar os pacientes.

O que é o Centro Cirúrgico e como ele funciona?

A cirurgia é um procedimento geralmente realizado para tratar determinadas doenças ou lesões, sejam elas internas ou externas. Feita apenas por equipes de profissionais qualificados com o auxílio de instrumentais, as cirurgias são essenciais para garantir a saúde e qualidade de vida dos pacientes e, portanto, devem ser realizadas em um ambiente seguro e com as melhores soluções possíveis para que seja possível minimizar os riscos cirúrgicos e reabilitar o paciente o mais rápido possível.  

Para entender a complexidade que existe para garantir a qualidade das cirurgias, é necessário entender também as peculiaridades do Centro Cirúrgico como um todo, que comporta inúmeras atividades e subáreas.

Qual é a diferença entre Centro Cirúrgico e Bloco Cirúrgico?

De início, é importante esclarecer essa dúvida: o Centro Cirúrgico e o Bloco Cirúrgico são coisas diferentes. O Centro Cirúrgico engloba o Bloco Cirúrgico, onde acontecem efetivamente as cirurgias, o Centro de Materiais e Esterilização (CME) e a Sala de Recuperação Pós-Anestésica (SRPA). 

Assim, o Centro Cirúrgico (CC) possui uma definição relativamente simples: “uma unidade hospitalar onde são executados procedimentos anestésico-cirúrgicos, diagnósticos e terapêuticos, tanto em caráter eletivo quanto emergencial.”² Apesar da descrição parecer simples, é importante lembrar que o ambiente do Centro Cirúrgico comporta intervenções e procedimentos altamente invasivos que, para serem realizados com segurança e qualidade, requerem soluções altamente eficazes e profissionais qualificados e experientes, que possuam o conhecimento necessário para atender os pacientes e lidar com as mais diferentes situações de assistência em saúde que se apresentam no Centro Cirúrgico.

Devido a multiplicidade de elementos que compõem esse ambiente, ele também é considerado um local de altos riscos tanto para pacientes quanto para profissionais. Isso acontece por conta das práticas complexas que dependem tanto da atuação individual dos trabalhadores da saúde, quanto da equipe multidisciplinar. Assim sendo, o Centro Cirúrgico também é uma área onde circulam incontáveis microrganismos que podem ser nocivos para a saúde dos pacientes, por isso, o controle de infecções desse ambiente é feito rigorosamente, e para tornar esse processo mais simples, o Centro Cirúrgico é geralmente dividido em 3 áreas.

Quais são as Áreas do Centro Cirúrgico?

  • Irrestrita – composta por secretaria, corredor de entrada, vestiário e outras, a área irrestrita é um local onde a circulação pode ser feita sem o uso de uniformes ou equipamentos de segurança específicos.
  • Semirrestrita – composta por sala de preparo de materiais, sala de estocagem de material, descanso e outras, a área semi-restrita exige utilização de uniforme privativo composto de calça comprida e blusa, gorro para os cabelos e sapatilhas descartáveis por cima do calçado.
  • Restrita – composta por salas de cirurgia e obstétricas, salas de recuperação de anestesia, lavabos e outras, as áreas restritas precisam passar por procedimentos rigorosos de limpeza e desinfecção, além disso, para circular nesses locais é necessário o uso de roupas e equipamentos de segurança próprios do Centro Cirúrgico, incluindo gorro e máscara.

Como descrito, é importante notar que cada área do Centro Cirúrgico tem suas determinadas regras quanto à paramentação e também processos de limpeza, além disso, é imprescindível que os profissionais que circulam no Centro Cirúrgico estejam saudáveis, evitando qualquer risco para sua saúde e para a saúde dos pacientes. 

Quais profissionais participam da Equipe do Centro Cirúrgico?

Em geral, a equipe do Centro Cirúrgico é constituída por:

  • Cirurgião
  • Auxiliares
  • Anestesista
  • Instrumentador cirúrgico;
  • Técnico administrativo;
  • Maqueiro;
  • Auxiliar de serviços gerais.

O que é preciso para manter o Centro Cirúrgico funcionando? 

Considerando que todos esses profissionais precisam trabalhar em sintonia para que o Centro Cirúrgico funcione adequadamente, a integração entre eles é fundamental. De acordo com o artigo CENTRO CIRÚRGICO: COMPREENDENDO SUA ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO, uma das maiores dificuldades a serem superadas nesse setor é, justamente, propiciar a integração de conhecimento entre os diversos profissionais responsáveis pela manutenção desses ambientes.

“A multidisciplinaridade é um dos requisitos básicos para se trabalhar com ambientes complexos, como os serviços de saúde. A tendência é que uma gama cada vez maior de especialistas, além de médicos, enfermeiros, farmacêuticos, biólogos e engenheiros de produção façam parte das discussões de temas que envolvem as condições ambientais e os aspectos de impacto na saúde e na qualidade dos serviços hospitalares (CARVALHO, 2008).”¹

Assim, em meio a toda essa complexidade, é inviável que os profissionais também precisem se preocupar com a qualidade das soluções disponíveis, afinal, em um setor tão importante e com alto risco de infecção, o ideal é que estejam ao dispor produtos que facilitem o dia a dia de profissionais, otimizando procedimentos e contribuindo com a prevenção de infecções.

Quais produtos são utilizados no Centro Cirúrgico?

Entre as categorias de produtos essenciais para manter o Centro Cirúrgico funcionando, podemos citar:

  • Soluções para limpeza e desinfecção;
  • Equipamentos;
  • Fixadores e cateteres externos;
  • Kits descartáveis;
  • Tratamento e prevenção de feridas.

Sendo assim, para que o Centro Cirúrgico de um hospital seja eficiente, é necessário muito mais do que um espaço físico bem elaborado. É preciso que a limpeza seja realizada corretamente, que os profissionais saibam trabalhar em equipe e, por fim, que as soluções disponíveis sejam de altíssima qualidade para garantir o sucesso dos cuidados com a saúde.

Para saber mais sobre Centro Cirúrgico e todas as especificidades pertinentes a esse setor essencial, continue acompanhando o Enfoque Saúde. Aqui você fica por dentro de tudo que há de mais inovador na área médico-hospitalar!


Referências:

CENTRO CIRÚRGICO: COMPREENDENDO SUA ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO  – Cassia Maria Santos Teixeira, Paulo José Abruceis, William Diego Ciconha. Disponível em: https://www.inesul.edu.br/revista/arquivos/arq-idvol_15_1320352584.pdf ¹

Centro cirúrgico: desafios e estratégias do enfermeiro nas atividades gerenciais – Revista Gaúcha de Enfermagem. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rgenf/a/GCCd3Fykn6dvqDc6dkCqHbM/?lang=pt


Acesse o Enfoque Saúde
Nos siga nas redes sociais FacebookLinkedIn, Instagram e YouTube!

Avenida Jacobus Baldi, 745 | Complemento 707-711 Jd. Fim de Semana – São Paulo -SP
CEP: 05847-000

Horário de Atendimento:
de segunda a quinta-feira, das 08h às 18h,
e sexta-feira, das 08 às 17h.
INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOVIDADES
SELO-BOAS-PRATICAS_3ALBE_TI_VERDE
© 2020 COMERCIAL 3ALBE LTDA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart

Nenhum produto no carrinho.